Cuidados em gatos sem pelo no banho e tosa

Foto ilustrativa: Silvia Pratta /Gatil Portal de Horus

Quem disse que eles não precisam de grooming?

O Sphynx tem se tornado uma das raças mais populares no Brasil, e seu público possui perfil exigente. Esse gato vem se destacando por sua beleza, exuberância e aparência exótica. O Sphynx surgiu no Canadá, na cidade de Ontário, no ano de 1966, e foi a primeira raça sem pelo registrada. Depois dela, surgiram outros gatos sem pelo, ainda menos conhecidos aqui no Brasil, como o Don Sphynx.

A característica do Sphynx, de ser pelado, surgiu devido a uma mutação genética natural em gatos domésticos. O gato pelado que deu origem à raça nasceu de um cruzamento que acidentalmente gerou um gato pelado na ninhada. A partir dele, repetidos acasalamentos foram gerando mais e mais gatos com a mesma característica curiosa. Com muito estudo, os criadores que se dedicam à raça descobriram o gene responsável por essa “transformação” – que causa alopecia hereditária – e descobriram que ele é recessivo. Ao longo dos anos foram aprimorando a raça e fixando genótipo e fenótipo.

Em nosso país, que é tropical – bem diferente do Canadá, onde surgiu -, eles sofrem mudanças, e alguns exemplares apresentam uma oleosidade extra, que surge como uma proteção maior para a pele. Assim, o fato deles serem pelados não exclui cuidados com banho e grooming. E esse é um serviço diferenciado que você pode oferecer aos seus clientes tutores e admiradores desses gatos incríveis, elegantes e de personalidade única.

Cuidados básicos

Um cuidado importante na raça é o corte de unhas, que devem ser aparadas semanalmente. Caso o tutor goste que o gato escale em objetos, o bom é retirar somente as pontinhas, caso corte muito, o gato pode sofrer quedas por falta das unhas.

Limpeza dos ouvidos

Com uma solução otológica, sempre limpe a parte externa das orelhas, com o máximo de cuidado para não causar lesões. Esses gatos costumam produzir bastante cera, diferentemente de outras raças. A limpeza deve ser semanal também. 

Banho

Pode-se usar um xampu neutro e condicionador sem cheiro uma vez a cada 10 dias neles. Condicionador? Sim, sempre após o xampu, deve-se condicionar para devolver o óleo necessário para a proteção da pele.

Se usar xampu com cheiro, o que pode acontecer é, logo após o banho, o gato começar a se lamber e causar pequenas feridas. Lembrando que é uma raça que, por não conter pelo, o contato da língua com a pele é maior. Como felinos possuem a língua áspera, ela é mais “abrasiva” à pele que a dos cães.

Para o banho pode ser utilizado uma esponja bem macia. Não esfregue com força, somente massageie. Entre os dedos sempre há muito acúmulo de sujeira, então, cuidadosamente, com uma escova de dentes macia, você pode retirar as sujidades com o xampu.

Enxaguar bem

Muitos groomers podem pensar que por se tratar de uma raça sem pelo não há necessidade de enxágue abundante. Porém, onde se passa xampu, há necessidade de enxaguar em abundância.

Alguns gatos dessa raça tendem a ter muitos cravos. Se você notar isso no Sphynx de algum cliente, avise-o e peça para que procure um veterinário que seja especializado em felinos, para traçar um cronograma de tratamento.

Opções de banho em casa

 Você pode orientar o seu cliente  tutor dessa raça de gato a manter a pele do Sphynx “em dia” entre os procedimentos com o uso de lenço umedecido, sem cheiro, quando estiver com muita oleosidade, por exemplo. Banho seco com produto em mousse é outra opção ou até mesmo água morna em um pano macio.

Limpeza dos olhos

Usar solução fisiológica com algodão. Não esfregar, limpar sempre com delicadeza.


Por:
LUCIANO RIBEIRO
Esteticista em felinos há 27 anos.
Instagram@groomerlucianoribeiro
Facebook: Groomer Luciano Ribeiro


Clique aqui e adquira já a edição 233 da Revista PetCenter/Groom Brasil e veja todas as reportagens na íntegra!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.